Todo fim de ano recebo inúmeros emails de amigos e leitores que vêm ao Havaí, especificamente Honolulu, e querem saber o que fazer no Réveillon – quais as festas boas, as roubadas, etc. Decidi então compilar aqui algumas das dicas que geralmente repasso por email.

Réveillon em Honolulu

Antes de mais nada, um disclaimer: já passei diversos Réveillons em Honolulu. Alguns em casa de amigos, outros na rua ou na praia. Algumas das festas citadas aí abaixo eu nunca fui, mas amigos próximos já foram – e a opinião neste caso é baseada na experiência deles.

O Havaí é um dos últimos lugares a comemorar o Ano Novo no mundo, pela proximidade com a Linha Internacional da Data. A sensação que dá é de estarmos “atrasados” quando começamos a ver pelas mídias sociais fotos de todo mundo já no ano seguinte e a gente aqui, fincado no “passado”. Mas com calma, a gente chega lá também… 😛

Outro detalhe importante: o Réveillon aqui é animado, pero no mucho. Não espere uma festa no nível de Copacabana com fogos de todos os pontos, muito menos que as pessoas estejam vestidas de branco, jogando champanhe pelas ruas, abraçando todo mundo ou pulando sete ondinhas. (Aliás, é proibido andar pela rua e na praia com bebida alcóolica na mão, pra começo de conversa.) Tudo aqui é muito mais ameno, os fogos mais curtos e de um ponto só na praia, etc. E, na maior parte dos lugares, a festa acaba logo depois da meia-noite. Portanto, se você diminuir um pouco suas expectativas, talvez possa se divertir muito mais. 😉

Espero que ajude.

RÉVEILLON EM WAIKIKI

É em Waikiki que acontece a maior agitação de Réveillon no Havaí. É onde ocorre também a maior queima de fogos de artifício à meia-noite. Muitos moradores locais e turistas vão para a praia, ver os fogos que saem de uma balsa estacionada no mar, em frente à praia. O Hilton Hawaiian Village tem um show de fogos às 23:00, que sai do mesmo ponto que os fogos do Aloha Friday toda semana, e que dá pra ver tanto do Ala Moana Park quanto dos principais pontos da praia de Waikiki.

Além do Hilton, os hotéis pé-na-areia costumam fazer ceias/ festas especiais particulares, que muitas vezes são animadas. Os ingressos para estas festas variam muito, mas não espere pagar menos de US$100,00 por pessoa. Se você estiver hospedado em um destes hotéis, não custa perguntar o que eles estão planejando e sondar se há um desconto para hóspedes: você pode se surpreender.

Entretanto, a festa mais animada da orla é no Rumfire, o bar do Sheraton Waikiki. Eles costumam transformar o bar num night club, com DJ estrelado, muitas luzes e animação à beira da piscina e da praia. Cada ano o Réveillon do Rumfire tem um “tema” – este ano (2017-2018) será os “Sete Reinos”, uma referência à Game of Thrones. A festa é para quem tem acima de 21 anos apenas.

Outro bar onde a animação é garantida é no tradicional bar surfista Duke’s. Eles não fazem uma festa organizada, apenas o bar abre e fica até mais tarde na noite de Réveillon. Mas exatamente por não precisar de ingresso, estar na beira da praia de cara pros fogos e ter muita animação com música ao vivo e afins, costuma lotar demais. É uma festa mais democrática, digamos assim. Já fui pra lá por 2 Réveillons e não me arrependo.

Para quem vem com crianças, a melhor opção é o Réveillon do hotel Moana Surfrider. O tema deste ano é “Under the Sea”, e eles têm diversas opções de entretenimento pros pimpolhos, que incluem até sereias na piscina – além de um ótimo jantar pros adultos. O preço é a partir de US$100,00 por pessoa (adulto) ou US$50,00 (criança até 12 anos).

Outra opção interessante é ver os fogos de cima – na festa do SKY Waikiki, um rooftop bar na Avenida Kalakaua. Para a festa da virada deste ano eles farão um baile de máscaras, que promete uma entrada de 2018 super-sexy – eles não dizem no site, mas desconfio que esta festa não é para menores de 21 anos… Como o bar fica no 19º andar, a vista é sensacional. Os ingressos estão a partir de US$150,oo por pessoa.

Para terminar, uma possibilidade interessante para ver os fogos do Réveillon em Waikiki é fazer um passeio de barco – e ver os fogos mais de perto ainda, da água. As empresas que normalmente oferecem sunset cruises com jantar e show de hula, como a Star of Honolulu e a Dolphin Star, terão também cruzeiros noturnos especiais, terminando mais tarde para incluir a apreciação dos fogos da virada. É um passeio mais “turistada”, soa até meio roubada, mas a possibilidade de ver os fogos da água, a meu ver, vale a pena demais.

Compre sua passagem aérea para o Havaí pela Viajanet.

Faça sua reserva de hotel no Havaí pelo Booking.

Alugue seu carro no Havaí pelo RentCars. Pagamento sem IOF. 😉

RÉVEILLON NO KAKA’AKO

O Kaka’ako é o bairro mais interessante do momento em Honolulu, onde novos restaurantes, bares, cafés e galerias cheias de estilo brotam para alegria da moçada millenial. Então, nada mais óbvio que ter uma festa rave de 2 dias na virada – a “Party of the Year”. No dia 30, a festa tem um show e acontece no Kaka’ako beach Park. Já no dia 31, a festa muda pro Aloha Tower Marketplace (em downtown), e aí a rave rola solta, com trocentos DJs, bandas, palcos etc. De acordo com todos os amigos mais jovens que conversei aqui, é a festa mais agitada da ilha para quem quer curtir, paquerar, dançar muito, etc.

PARA QUEM CURTE SHOWS NA VIRADA

Se você é um dos que não estão nem aí para fogos de artifício e prefere passar a virada do Ano Novo num show interessante, há duas opções no Havaí que podem funcionar para você.

O Blue Note Hawaii é a sucursal do famoso clube de jazz novaiorquino em Honolulu. Em geral tem bandas sensacionais, mas na virada já há 2 anos quem faz o show que começa às 23h é o Kenny G. Dizem as más línguas que o show é surpreendentemente animado, que ele é otimo no palco – eu como não sou fã de Kenny G tendo a ser bem cética com essa opinião, mas… é uma opção interessante. Há champanhe e um menu especial de Réveillon. Fica na Kalakaua Ave. dentro do hotel Outrigger Waikiki Beach Resort.

Outra opção – esta que rola há décadas – é ver o show de comédia stand-up do Bill Maher. Todo santo ano, o Maher vem pro Havaí no final do ano e faz um show no dia 31/dez no ginásio do Blaisdell, no centro da cidade (Avenida Kapiolani). Nunca fui, mas estou planejando ir num ano desses, só pra ver… Os ingressos costumam ser postos à venda pelo Ticketmaster. É ideal pra quem quer começar o ano dando muitas gargalhadas.

UMA SUGESTÃO ESPECIAL PRA QUEM QUER SOSSEGO NO RÉVEILLON

Teve um ano que André e eu decidimos fazer um Réveillon mais low-key. Ainda queríamos ver os fogos, mas sem muita agitação. Então fizemos um piquenique no Magic Island, em frente ao Ala Moana Beach Park – por incrível que pareça, o local fica às moscas durante a noite de Réveillon. Compramos um monte de poke, champanhe (tomado sem mostrar o rótulo, como diz a lei) no Foodland do Ala Moana Mall, sentamos em uma das mesinhas de piquenique e vimos os fogos de lá. Foi demais, super-tranquilo, e as poucas pessoas que passavam pela gente paravam para conversar, celebrar um pouco etc. Recomendo se você quer ver os fogos mas sem entrar na muvuca nem gastar muito dinheiro.

********************

Estas são as minhas dicas, e espero ter ajudado.

No mais… Hau’oli Makahiki Hou! 🙂

Postado em 13/12/2017 por em Havaí, Oahu