Outubro chegou. Eeeeeeee!!!!!

Não escondo de ninguém: outubro é o meu mês favorito no Havaí. Morando aqui, quando este mês começa, parece que a gente sente que o ar das ilhas muda. Eu sei, tecnicamente não muda – continua 78% nitrogênio, 21% O2, 0.04% CO2 etc. Mas o astral geral, o clima de animação… parece brotar neste mês para energizar o inverno inteiro.

Olá! Che-guei!!

Outubro traz uma aura de animação e ansiedade positiva muito boa. Animação porque é em outubro que, em geral, ocorre a primeira avistagem de baleia jubarte nas ilhas –  o sinal de que a deliciosa temporada das baleias está começando. Ansiedade porque já estamos nas etapas finais do campeonato mundial de surfe e o tabuleiro começa a se definir para a “Arena Pipeline” em dezembro. Em outubro, alguns surfistas semi-profissionais que ainda não estão no circuito e os amadores começam a chegar, já para se preparar para outros campeonatos paralelos que ocorrem quando o swell chega.

Olha a onda em Waimea Bay!!

Aliás, o swell… ah, o swell de inverno! Também começa a subir em outubro. É em geral em outubro que ocorre o primeiro swell da temporada, já com ondas grandes para aquecer a galera. Depois de um verão de ondas moderadas no sul da ilha, o primeiro swell é o que tira as ferrugens da moçada. É contagiante estar na praia vendo a alegria da galera se jogando em mais de 12 pés de onda depois de meses só na marolinha.

Outubro mês favorito

Turma do Avatar no Halloween em Waikiki.

Para coroar este mês delicioso, ainda tem no último dia o Halloween. Que é imperdível em Honolulu ou em Lahaina, onde rolam mega-bagunças nas ruas, com todo mundo fantasiado e risadaria total com a criatividade da galera. Pensa bem: na maior parte dos EUA, outubro já faz frio, e as festas de Halloween terminam sendo boa parte indoors – mas não no Havaí, onde a amena temperatura permite que se fique na rua o quanto quiser…

E de quebra, outubro é o mês mais barato para se visitar o Havaí. É considerado um “shoulder month”, como o pessoal do turismo diz aqui, quando há menos turistas pelas ilhas. Por não ter nenhum feriado japonês e ser um mês escolar sem respiro para os americanos, termina sendo um mês em que as pessoas vêm menos visitar – o que é uma ótima notícia para quem quer fugir de (muita) muvuca – ainda tem bastante gente, mas é um pouco menos que a média, digamos assim.

Baleias, surfe, lugares (um pouco) mais vazios, bagunça de rua e preços mais justos. Nem precisa de mais nada para outubro ser perfeito, né não?

Tudo de bom sempre.

  • Marcus Nascimento

    WoW! Eu ainda passarei um ano inteiro no Havaí pra ver essas mudanças nas estações. E principalmente ver de perto e surfar o swell de inverno.
    Lucia, uma dúvida: existe estação “fria” aí?
    Abração

    • Marcus, recomendo muito! Mas sou suspeita, né… 😀