Vivemos tempos estranhos. De águas turbulentas. Tantas incertezas e decisões bizarras no ar, tanta desinformação, e com tantos desafios gigantescos sérios a cavalgar.

(Eu sei, a foto não é realmente sub… mas considerando a turbulência desta água, não demora pro barco afundar. Só depende da habilidade de quem está guiando este barco – nós.)

Águas turbulentas

Agora isso.

Eu deveria estar triste com esta notícia. Mas do fundo do meu coração, acho que a gente não pode perder o foco no futuro nem a esperança. Não temos tempo para pessimismo, muito menos para desânimo. Temos que usar este momento como o que ele é: mais um obstáculo. E se unir e tentar tomar atitudes locais que façam a diferença. É hora de mostrar a força do efeito formiguinha – que já é um formigueiro cheio de ramificações e ideias interessantes. É hora de passar por cima deste obstáculo e continuar na corrida (maratona?) por um futuro mais saudável para as próximas gerações. Nada de derrotismo, o negócio é bola pra frente que ainda tem jogo rolando.

Vamos lá?

Tudo de futuro melhor sempre.

Postado em 02/06/2017 por em Sexta Sub