Lembram do comentário da Silvia que deu origem ao post explicativo dos vôos para se chegar ao Havaí?

“Pretendemos ficar uns 16 dias no Hawaii – acha que dá para fazer as 4 ilhas Maui, Oahu, Kauai e Big Island ? Minha pergunta é: qual a sequência das ilhas que você aconselha ? Existe a possibilidade de chegar via Los Angeles por uma ilha e sair por outra? Super-obrigada!”

Como podem perceber, o comentário tinha duas questões. Tentarei agora responder à segunda questão que a Silvia levantou: qual a sequência de ilhas aconselhada para uma visita ao Havaí?

Há diversas possibilidades, claro. Em termos de logística, vai depender dos vôos que você conseguir, que determinam a ilha de início e o fim da sua viagem. À parte os vôos, escolher a melhor sequência de ilhas a ser visitada vai do gosto do freguês viajante. Vou deixar algumas sugestões que considero mais interessantes.

(ATENÇÃO: Estou considerando apenas as 4 principais ilhas de visitação turística. As ilhas Lanai e Molokai, por causa da complicação logística para se chegar nelas, estão fora deste planejamento de sequência geral.)

Sugestão 1: A Rota do Cruzeiro Semanal

Oahu -> Maui -> Big Island -> Kauai -> Oahu

Todos os sábados, o navio “Pride of America”, da Norwegian Cruise Line, atraca em Honolulu pela manhã, e sai no finzinho da tarde – é o dia em que termina um cruzeiro e começa outro. Este cruzeiro é semanal, e oferece um “gostinho” de Havaí para seus clientes, que conhecem um pouco das 4 principais ilhas havaianas: Oahu, Maui, Big Island e Kauai (já comentei aqui antes sobre ele). Saindo de Honolulu, o navio vai para Kahului, em Maui, e fica 2 dias ali; depois segue para Hilo, na Big Island, por um dia; circula pelo lado sul da ilha onde há o vulcão ativo Kilauea, chega no porto de Kona, ainda na Big Island, onde fica mais um dia; e depois vai para Nawiliwili, no Kauai, onde fica 2 dias. De lá, volta pra Honolulu.

Esta sequência de visitação não tem como falhar, porque vê todo o Havaí em uma semana. Entretanto, fazer este cruzeiro te dá apenas um aperitivo de Hawaii, porque cada ilha oferece mil e um passeios possíveis, e o pouco tempo em cada ilha não permite que você faça muitos passeios – você terá que fazer uma escolha e se satisfazer com isso. Particularmente, acho que funciona para dois tipos de viajantes: aqueles que querem apenas ticar um lugar da sua bucket list, e para aqueles que querem uma visão geral do Havaí e depois voltarem com calma (e tempo) para a ilha que mais gostaram ou se identificaram.

Parceria Malla: Faça sua reserva de hotel no Havaí pelo Booking.

Parceria Malla: Reserve seu carro alugado no Havaí pela RentCars.

Sugestão 2: A Sequência Geológica (e Geográfica)

Kauai -> Oahu -> Maui -> Big Island

Como sou cientista, esta é a minha sequência favorita de visitação do Havaí, porque te leva a apreciar (e se encantar com!) a formação geológica das ilhas. Para quem curte geologia, é uma aula ao vivo – portanto, uma sequência bem educativa para crianças maiores.

O Havaí foi (está sendo?) formado por um hotspot vulcânico no meio da placa tectônica do Pacífico. Esta placa está se movendo consistentemente (51 km por milhão de anos) sobre o hotspot no sentido noroeste, em direção ao Japão. Se você olhar no mapa-múndi, verá que as ilhas havaianas formam uma diagonal apontando para o noroeste – fruto do movimento da placa tectônica à medida que cada ilha foi formada. O hotspot está neste momento formando uma ilha que ainda não emergiu do oceano, Loihi, ao sul da Big Island.

Mapa e esquema das ilhas tirados deste site.

Se a Big Island está mais próxima do hotspot no momento, isto significa que o Kauai é a ilha mais velha do arquipélago – por ser a mais distante do hostpot. Esta “velhice” geológica do Kauai é claramente visível na sua exuberante paisagem, com os penhascos super-altos e bem cortados da Na Pali Coast, e a erosão do cânion de Waimea. Afinal, são 5 milhões de anos de muita atividade de vento e mares para recortar o terreno… Na sequência de visita geológica, você começa pela ilha mais velha – o Kauai – e termina na ilha que ainda está se formando – a Big Island.

Erosão à vista, no cânion de Waimea, no Kauai.

Da velhice do Kauai, você vai para geologicamente adulta Oahu, que tem 2,7-3,5 milhões de anos. Ainda com penhascos pontiagudos nas cadeias montanhosas de Waianae e do Ko’olau, mas já não tão íngremes quanto os do Kauai.

Montanhas Ko’olau, em Oahu.

De Oahu você vai para a “adolescente” Maui (~1,3 milhão de anos), que em tudo lembra um adolescente mesmo, naquela eterna dicotomia entre a vida (geológica) adulta ou ainda criança. Em termos de geologia é incrível: Maui tem de um lado uma cadeia montanhosa com cara de adulta, o West Maui onde fica o ‘Iao Valley, e de outro lado, já o perfil “rampão” de uma montanha nova (750 mil anos), o vulcão Haleakala – e no meio um mega-platô conectando as duas partes da ilha. Maui é a ilha onde a paisagem reflete mais claramente o processo de formação geológica do Havaí.

Um vale no West Maui.

Daí de Maui você vai para a ilha-bebê do Havaí, a Big Island – que é tão bebê que ainda está se formando. Na Big Island, os dois vulcões são considerados ativos, o “rampão” é super-evidente no terreno e a lava está ali, depositando nova terra a cada segundo do dia. É a geologia ao vivo e a cores, acontecendo na sua cara. E entendendo a geologia havaiana, você pode ter uma visão muito mais interessante de toda a sua visita.

O “rampão” do vulcão Mauna Loa, com pouquíssimos sinais de erosão.

(Dá pra fazer esta sequência no sentido oposto: da ilha mais nova para a mais velha. Particularmente, acho que tira um pouco da “surpresa” de ver a ilha se formando na Big Island… Mas ainda assim vale a pena.)

Big Island: ainda em formação contínua. Todo dia cresce um pouco…

Sugestão 3: Seguindo a Galera

Oahu -> Maui -> Big Island -> Kauai

Dependendo da vibe da sua visita ao Havaí, talvez você queira começar entre a ilha mais populosa e lotada (Oahu – quase 1 milhão de habitantes) e ir aos poucos se “desintoxicando” de pessoas, chegando até a ilha menos cheia (Kauai – pouco mais de 65.000 habitantes). Ou o contrário: começar suas férias na ilha mais “deserta” e aos poucos reintroduzir “pessoas” na sua paisagem pessoal de descanso. Portanto, essa sequência de ilhas depende realmente da sua vibe de férias.

Praia cheia: em Oahu tem.

Um dado interessante: Maui na realidade tem menos habitantes que a Big Island. Entretanto, a Big Island por ser enorme tem uma densidade populacional ~4 vezes menor que Maui, o que te dá a sensação de menos gente. Por isso, sugiro a sequência acima, considerando a densidade populacional das ilhas, não apenas o valor absoluto de habitantes.

Acho que a sequência de viagem da ilha mais populosa para a menos populosa funciona bem para quem quer descanso. Você pode terminar suas férias desestressado, numa praia deserta, e recarregado de energias para encarar a volta para casa. Como, entretanto, a maioria dos vôos saem de Honolulu, é muito provável que você neste caso saia da vibe “ilha deserta” do Kauai, e leve um choque ao voltar para Honolulu.

Kauai das trilhas e praias desertas – e muitas inacessíveis.

Viajar da ilha menos populosa para a mais populosa termina sendo a preferida de quem quer aproveitar uns diazinhos em Oahu antes de voltar para casa, principalmente para compras.

Parceria Malla: Faça sua reserva de hotel no Havaí pelo Booking.

Parceria Malla: Reserve seu carro alugado no Havaí pela RentCars.

Sugestão 4: Beleza é Fundamental

A pergunta mais difícil que as pessoas fazem para mim neste blog é: qual é a ilha havaiana mais bonita?

Conceito de beleza é algo extremamente pessoal, e o que eu acho lindíssimo, pode ser marromeno para alguém – ou o contrário, algo que a pessoa acha fenomenalmente belo, eu considero okzinho. E acima de tudo, beleza também tem uma carga emocional individual: às vezes o que se acha belo é o que te deixou mais feliz, nem tanto o que é objetivamente belo (se é que dá pra ser objetivo na atribuição de beleza… divago.)

Então evito muito sugerir uma escolha de sequência de ilhas por beleza. Em todas as ilhas havaianas há praias lindas, montanhas, platôs, cachoeiras, paisagens exuberantes, atividades culturais e aventureiras. E cada uma tem sua intrínseca beleza.

Ah, o Kauai… [suspiros mil] 

Por exemplo, eu amo o Kauai por motivos que não têm só a ver com sua beleza – é uma ilha emocionalmente intensa para mim. Mas tirando o Kauai, sou apaixonada por todas as demais ilhas havaianas igualmente, porque cada uma mostra um lado belo diferente. E beleza é fundamental, em todos os seus matizes e personalidades.

Conhecer todas as ilhas, para fazer a sua sequência pessoal baseada na beleza delas talvez seja a melhor alternativa neste caso. 🙂

***********************

Tudo de Havaí sempre.

P.S.: Se este post lhe ajudou no planejamento da sua viagem ao Havaí e você gostaria de contribuir para a manutenção deste site, use este link ou reserve seu hotel usando este link do booking (recebo uma microcomissão a partir dele). A blogueira agradece seu interesse e colaboração! 🙂

 



Booking.com

  • Silvia Ungefehr

    Lucia , Todos os meus roteiros gosto de fazer uma sequencia que “na minha cabeça considero lógica “justamente para a viagem não perder a graça e com toda essa sua explicação já ficou bem mais claro como vou fazer …. Depois te mando meu roteiro para você ver se eu aprendi direitinho ..rsrs . Super obrigada por tudo e pode ter certeza que ainda vou aparecer bastante por aqui , antes da viagem para trocarmos algumas idéias … bjs

    • Beleza, Silvia! Espero que tenha te ajudado… Aloha e boa viagem!

  • Vinicius Buccazio

    Boa Tarde Lucia,

    Gostaria de fazer uma viagem para o Havai em maio do ano que vem com meus filhos(3 e 5 anos). No total temos 13 dias de viagens.Quais ilhas você me recomenda fazer? Eu pensei em ir Honolulu(8 dias) e Big Island(5 dias) porque não sei se conseguiria conhecer a Napali coast com as crianças. Mas vendo as fotos das praias de Kauai fico com muitas dúvidas.

    O que você me sugere?

    Grato,
    Vinicius

    • Oi Vinicius, realmente visitar a Na Pali Coast com crianças tão pequenas pode ser mais complicado… O Kauai tem mais que a Na Pali, entretanto – as praias são espectaculares, mesmo perto da Na Pali. Dito isso, ainda acho que você está fazendo boas escolhas – porque a Big Island e Oahu têm muito para oferecer, principalmente para crianças. Talvez deixar o Kauai para uma próxima oportunidade…? Espero ter ajudado. Aloha!