Eis que me chegou no email esta semana via André uma notícia do UOL sobre criopreservação de corais. Ele me enviou o link por uma coincidência deliciosa: comentava em português sobre o trabalho da Mary Hagedorn, pesquisadora do Smithsonian e que divide o laboratório com o André aqui no Havaí. A pesquisa específica dela já foi comentada neste blog em 2009, quando entrevistei a Ginnie, sua técnica de laboratório.

Basicamente, Mary coordena um projeto enorme de criopreservação do esperma e de embriões de diversas espécies de corais pelo planeta. A idéia é formar um banco de espécies para preservar a biodiversidade coralina. Em tempos de mudanças climáticas, epidemias de branqueamento de coral e poluição sem fim, a proposta de ter um backup funcional é, além de ímpar (quem liga pra invertebrados?), muito preciosa. E Mary está conseguindo aos poucos, com obstinação, dedicação e muito sorriso – é das cientistas mais bacanas e simpáticas com quem já conversei. Oficialmente, ela é pesquisadora do Smithsonian, mas como afiliada da UH, sua “base” de pesquisa termina sendo aqui no Hawaii, assim como seu laboratório (e seu fofo cachorro Jasper). E ela não para de correr atrás do seu objetivo-mor: preservar a biodiversidade de corais do planeta, um pedacinho de recife de cada vez, bem na mentalidade formiguinha mesmo. Não é fácil criopreservar corais, a técnica para fazê-lo ainda precisa de diversos retoques, mas o time da Mary não se cansa, e vai no ritmo de passinhos angariando boas conquistas.

Ginnie and Dr. Hagedorn diving

Mary e Ginnie em ação. Foto gentilmente cedida pela Ginnie.

A notícia do UOL falava sobre o banco já montado e armazenado da maior jóia em termos de biodiversidade marinha: a Grande Barreira de Corais Australiana. 70 milhões de espermatozóides e 22 bilhões de embriões, o que soa muito, mas não é tanto assim quando falamos sobre o mundo microscópico. Mas já é um excelente início, e que nos faz renovar a esperança num futuro ambientalmente mais bacana.

Abaixo, deixo o vídeo das 3 pesquisadoras que criopreservaram os corais da barreira australiana:

Scientists Look to Cryogenics to Preserve Coral… by National Geographic

Inspirador, não?

Tudo de corais sempre.

  • Ah, Rabbit!!! Q máximo!!! Muito obrigada por mostrar o post pra ele!!! Demais, agora eu q estou emocionada. 🙂
    Nem sei o q falar! Obrigadão mesmo! E saudades de Itaúnas, do café do Caboquim…
    Beijão!

  • rabbit

    Fora de pauta: estive em Itaunas depois de 8 anos e mostrei pro Caboquim seu post sobre o cafezim: ele ficou todo, todo!
    Lembrei disso ao ler esse post no Nassif sobre o café: http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-preco-do-cafe-aqui-e-na-europa#more
    Desculpe o fora de assunto
    Abraços
    Rabbit