Construindo uma estrela

…em Hollywood, entenda-se bem – afinal, estrelas do céu “nascem“, não são “construídas” no sentido humano da coisa. E meu ínfimo conhecimento de astrofísica não me permite aventurar pelas avenidas confusas de como nascem as estrelas do céu. Já pelas avenidas de Hollywood…

Mas enfim, eis que na semana passada, li no caderno de Turismo do Jornal da Tarde (versão de papel sem link online) que a Calçada da Fama em Hollywood estava em reforma. Eles estavam reconstruindo algumas estrelas, limpando outras, dando lustro nas mais apagadinhas. Achei a notinha interessante, porque quando estive em Los Angeles no ano passado, vimos algumas delas sendo construídas e/ou reformadas. É um processo curioso.

A Calçada da Fama em Hollywood é uma das maiores atrações da Grande Los Angeles. Fica em frente ao Chinese Theater, onde também estão as impressões de mãos e pés de diversos artistas. Mas, diferente desse pedaço de cimento, a Calçada da Fama se estende por alguns quarteirões do Hollywood Boulevard, e é habitada por uma “fauna” de artistas de rua hilária, como vocês podem ver nas 2 fotos abaixo, onde a Mulher-Gato e Homer Simpson passeiam e se oferecem para fotografia a turistas incautos. Por causa da maior amplitude da calçada, um número muito maior de famosos é contemplado com uma estrelinha ali do que com as mãos e pés na frente do Chinese Theater.

A Calçada da Fama foi criada em 1955 e foi uma maneira criativa que uma empresa de construção civil achou de homenagear as personalidades que fazem Hollywood ser o que é – e aumentar seus lucros. Essa empresa de construção vendia “terrazzo”, o material do qual as estrelas são feitas, e viu na idéia uma oportunidade de clientela d boa qualidade. Na época, foi um investimento de risco, porque a região do Hollywood Boulevard era muito degradada, uma espécie de cracolândia de Los Angeles. Mas, pelo que vemos hoje, o risco valeu a pena.

Cada estrela da Calçada tem o nome do artista e um símbolo que indica de onde veio seu sucesso,. A estrela da foto abaixo, por exemplo, tem o símbolo do cinema, que é obviamente onde esse moço fez a sua fama. As outras categorias são: Televisão, Rádio, Música e Teatro/Performance. No site oficial da Calçada da Fama, você pode procurar por seu ídolo e saber exatamente onde a estrelinha dele está. E na Wikipedia, há uma lista completa de todos os estrelados até o ano corrente.

Para construir uma estrela dessas, usa-se um tipo de mármore chamado “terrazzo” (com um pouco de granito “misturado”) nas cores rosa e preta, e uma mistura metálica de cobre e zinco, que forma a bordinha dourada da estrela. Como vemos nas fotos abaixo, os construtores de estrela (que nome legal para colocar na carteira de trabalho, não?) pegam a calçada no cimento grosso, colocam a forma metálica estelar dourada com nome e categoria já delineados e marcados com fita vermelha (para depois serem polidas e brilharem douradamente), e preenchem o resto com os terrazzos. Primeiro o preto ao redor, depois o róseo de dentro. Depois de pronta, a nova estrela é inaugurada em cerimônia oficial com a presença do homenageado.

 

Para ter seu nome na Calçada da Fama, o artista precisa ser indicado. Sua indicação é então avaliada pelo Comitê da Calçada da Fama, parte da Câmara de Comércio de Hollywood, e, se aceito, o artista é obrigado a comparecer na cerimônia de inauguração da estrela – a não ser, é claro, que já tenha morrido e seja uma homenagem póstuma.

E para os reles mortais que não são artistas, dá para construir a sua própria Calçada da Fama onde quiser. Nesse post aqui do Mavromatic (que é na realidade a introdução de uma série de 4 posts), há a descrição passo a passo da estrela que ele fez na casa dele. Diversão certa para cinéfilos hardcore, não?

Tudo de bom sempre.